SEO para YouTube: 10 dicas para seu vídeo crescer organicamente

por Júlia Neves

SEO-para-YouTube

Direto ao Ponto

Você já pensou em criar vídeos profissionais para o YouTube? A plataforma é um meio para divulgar o seu trabalho, alcançar novas pessoas e também ganhar dinheiro. Mas gravar bons vídeos não basta. A concorrência é alta e é preciso lançar mão de técnicas que potencializem o alcance para gerar o retorno esperado – o SEO para YouTube é uma delas.

Se você já ouvir falar de SEO para Google, saiba que os temas são bem parecidos. No entanto, o SEO para vídeos utiliza táticas um pouco diferentes. 

Vamos falar sobre elas agora!

O que é SEO para YouTube?

SEO para YouTube são as práticas de otimização que os criadores de conteúdo aplicam nos vídeos para melhorar sua visibilidade nos resultados de busca e nas recomendações orgânicas da plataforma.

Essa prática se baseia em otimizar diversos elementos, alguns dos principais envolvem:

  • O uso de palavras-chave no título e descrição do vídeo;
  • A criação de títulos e descrições atraentes;
  • O uso de tags alinhadas com o conteúdo;
  • A criação de thumbnails únicos para chamar a atenção dos usuários.

O YouTube é considerado o segundo maior buscador do planeta. Com mais de 122 milhões de usuários ativos diariamente e mais de 1 bilhão de horas visualizadas a cada dia, é preciso se diferenciar para atingir seu público-alvo. Otimizar o SEO para YouTube é uma forma de alcançar essa diferenciação.

Seja para divulgar conteúdo técnico, jornalístico ou de entretenimento, a otimização para a busca do YouTube ajuda os vídeos a aparecerem nas melhores posições da busca, assim como acontece no Google.

E ficar nas melhores posições faz toda a diferença. Serão mais minutos assistidos, mais inscritos para o canal e mais crescimento de forma geral. E para que tudo isso seja possível, é essencial entender as principais métricas de sucesso do YouTube.

Principais métricas de sucesso do YouTube

No YouTube, assim como em outras plataformas/redes sociais, existem várias métricas para avaliar o desempenho de um canal e de seus vídeos. Vamos falar agora das principais:

  • Minutos assistidos: a quantidade total de tempo que as pessoas passam assistindo aos seus vídeos mostra a retenção da audiência. Lembrando que o YouTube valoriza vídeos que mantêm os espectadores engajados por mais tempo;
  • Visualizações: o número total de vezes que um vídeo foi assistido. Visualizações são uma métrica fundamental para medir a popularidade de um vídeo;
  • Inscritos: o número de novas pessoas que se inscreveram no seu canal após assistir a um vídeo;
  • Engajamento: é a quantidade e qualidade dos comentários, curtidas e compartilhamentos do vídeo. Ele indica quanto seu conteúdo é envolvente e pode influenciar a classificação nos resultados de pesquisa e nas sugestões para outros usuários.

É claro que existem outras métricas de sucesso dentro do YouTube — a plataforma, claro, não divulga todas delas. Cabe ao produtor de conteúdo entender o que funciona para medir o sucesso do próprio canal conforme os objetivos.

Saiba mais: Métricas de SEO importantes para você mensurar numa estratégia

Seus vídeos no topo: 10 dicas práticas de SEO para o YouTube

Bora crescer seu canal de YouTube? Separamos 10 dicas práticas para otimizar seus vídeos, conseguir mais inscritos, visualizações e bombar na plataforma:

1. Pesquisa de palavras-chave

As palavras-chave para YouTube são o primeiro passo para otimizar um vídeo. Para isso, a dica é montar uma lista de termos relacionados com o conteúdo a ser otimizado. E quanto mais específica for a palavra-chave, melhor será, no geral, a qualidade dessa otimização.

Então, o primeiro passo é escolher as ferramentas que vão te ajudar nesse processo. O Google Keyword Planner, Semrush, Ahrefs ou o próprio YouTube (digitando na barra de busca) podem ajudar a encontrar os termos de SEO.

Exemplo:
Se o título do vídeo “Aprenda a Fotografar em Modo Manual: Guia Completo para Iniciantes”, uma possível lista de palavras-chave seria

  • Fotografia em modo manual
  • Guia para iniciantes em fotografia
  • Configurações da câmera DSLR
  • Como ajustar o obturador e abertura
  • Fotografia com configurações manuais

Depois, olhe para os principais concorrentes e identifique as palavras-chave que eles estão usando. Assim, você pode melhorar ou diferenciar suas próprias escolhas de palavras-chave.

Seguindo o exemplo acima, imagine que muitos canais concorrentes usam os termos:

  • “Fotografia manual para iniciantes”
  • “Configurações avançadas da câmera”
  • “Guia prático de fotografia”.

Considere palavras-chave que representem perguntas ou frases completas que as pessoas possam usar ao procurar informações específicas. Perguntas frequentes são uma fonte valiosa de palavras-chave, sempre lembrando de utilizar sinônimos para deixar o processo ainda mais rico.

Por último, certifique-se de que suas palavras-chave sejam relevantes. O próprio Google indica algumas tendências em sua tela inicial, mas também podemos usar o Google Trends para identificar os assuntos em alta, caso seja a sua necessidade.

2. Otimização do título e descrição dos vídeos

O próximo passo para impulsionar seu canal do YouTube, agora que você já tem as melhores palavras-chave em mãos, é otimizar o título e a descrição dos vídeos.

No caso dos títulos, é importante que sejam curtos. Títulos grandes podem ser cortados nos resultados da busca. Então, use a palavra-chave logo no início e destaque o ponto forte do vídeo, indicando o que os usuários ganham ao clicar para assistir.

  • 10 tendências de SEO para 2024 para conhecer e aplicar
  • O que é otimização on-page? Guia completo
  • 5 dicas de link building para analistas iniciantes

Perceba que são textos curtos, objetivos e usam a palavra-chave logo no começo. Tenha por hábito testar variações para entender o que funciona para seu público. Os testes são essenciais quando falamos de SEO para YouTube.

Voltando ao nosso exemplo de vídeo de fotografia, a versão final do título, após inclusão de palavras-chave, pesquisa de concorrência e análise pelo Google Trends:

  • Aprenda a fotografar em modo manual: guia completo – configurações DSLR e mais!

O próximo passo é otimizar a descrição do vídeo. E quanto mais detalhada, melhor. Primeiro use as palavras-chave para descrever do que o vídeo se trata, fazendo um grande resumo do que o usuário verá ao assistir o conteúdo.

Inclua as informações relevantes nos primeiros parágrafos, incrementando com o uso de links, emojis e recursos visuais para deixar a descrição bem leve.

Não esqueça de adicionar CTAs durante o texto, convidando o usuário a se inscrever no canal, visitar o site ou acessar alguma página importante. Seja persuasivo e venda o seu peixe nessa hora!

O que são os timestamps?

Print da tela de um canal demonstrando como fazer SEO para Youtube.

Por último, faça uso dos timestamps, recurso de marcação de tempo para dividir o vídeo em capítulos, o que facilita a navegação do usuário pelo conteúdo por meio da minutagem. Como fazer isso? É fácil, basta seguir esse passo a passo:
1. Acesse o YouTube Studio.
2. Clique em “Conteúdo”.
3. Clique no vídeo que deseja adicionar timestamps.
4. Clique em “Detalhes do vídeo”.
5. Na seção “Capítulos”, clique em “Adicionar capítulo”.
6. Digite um título para o capítulo.
7. Insira uma marcação de tempo para o início do capítulo.
8. Clique em “Salvar”.
Pronto, os timestamps estão prontos e quem for ver o seu vídeo vai ter uma experiência muito melhor! Afinal, não tem nada mais chato do que percorrer um vídeo, segundo a segundo, para encontrar uma informação específica.

3. Tags relevantes e estratégia eficiente

As tags são “etiquetas” ou palavras-chave associadas a um vídeo, e ajudam o conteúdo de diversas formas:

  • Relevância e indexação: as tags ajudam a plataforma a entender sobre o que é o seu vídeo, facilitando que ele seja encontrado;
  • Associação a tópicos e interesses: da mesma forma, as tags são uma maneira de associar o seu vídeo a determinados tópicos ou interesses – fundamental para a recomendação de vídeos;
  • Compreensão do conteúdo: por último, as tags ajudam a complementar as informações fornecidas no título e na descrição. Juntas, elas oferecem uma visão mais abrangente do conteúdo do vídeo para os algoritmos e usuários.

Para adicionar tags e ativar essa estratégia de SEO para YouTube, basta entrar no Youtube Studio, descer a página até onde aparece “ Mostrar Mais”, e editar as tags como mostra a imagem abaixo:

Print da tela demonstrando como são as tags no SEO para Youtube.

“E como encontrar as melhores tags?”, você pode estar se perguntando. A resposta é: use as mesmas dicas da pesquisa palavras-chave!

Para encontrar as tags ideais, basicamente, você vai olhar para os concorrentes, utilizar as ferramentas que citamos no tópico de palavras-chave e, principalmente, entender quais termos se conectam com o conteúdo e público do vídeo. 

4. Thumbnails otimizadas que chamam atenção

As thumbnails do YouTube são uma ciência à parte. Existem profissionais especializados em criar as imagens de capa dos vídeos, pois elas contam muito no impulsionamento. Uma boa thumbnail gera muitos cliques e pode ser o diferencial de um conteúdo de sucesso, sendo um ponto importante da estratégia de SEO para YouTube.

Faça testes

Por isso, a primeira dica é testar MUITO. Faça versões diferentes, veja o que canais de sucesso estão fazendo, entenda o que o seu público está gostando e teste propostas diferentes.

Considere todos os elementos

Pense nas cores, tipografia, versões com e sem a foto do criador, expressões do rosto e elementos que fazem sentido exclusivamente para seu público. Só tome cuidado para não ser sensacionalista. Alguns exemplos para te inspirar: 

Não esqueça da legibilidade

É importante que a legibilidade do texto e qualidade da imagem sejam adequados, pois o usuário quer saber onde ele vai parar após clicar na thumbnail — e essa primeira conexão é muito importante para o vídeo.

Acompanhe o CTR

Então, após criar suas versões de thumbnail, acompanhe a taxa de cliques (CTR) no vídeo — usando o YouTube Analytics — para entender qual foi o impacto da imagem. 

Outro ponto importante é olhar para a taxa de cliques de outros vídeos do seu canal. Existe um padrão visual nos vídeos mais assistidos? Existem comentários sobre? Como é a thumbnail do vídeo com maior retenção?

Considere todos esses pontos para entender o que está funcionando e, assim, replicar a fórmula para outros conteúdos.

5. Engajamento com os inscritos e espectadores

Outro ponto importante para você saber como ter mais visualizações no YouTube é o engajamento com inscritos e espectadores – seja curtidas, comentários e compartilhamentos do vídeo.

Para curtidas e comentários, peça em algum momento do vídeo, seja no meio ou no final. Isso vai incentivar os usuários a engajarem e, em um segundo momento, serem impactados novamente por algum vídeo.

Já os comentários são importantes para aproximar o criador de conteúdo do seu público. Seja respondendo críticas ou elogios, é essencial estar perto da audiência de forma autêntica e recorrente. Dedique tempo para sua base!

Outro ponto importante são os recursos de cards e anotações. Eles são uma forma dinâmica de conectar o vídeo atual com outros vídeos do canal sem quebrar o ritmo do conteúdo.

Atenção: o engajamento ajuda no tempo de retenção e, por consequência, para o crescimento do canal. Mas, além disso, ela contribui para criar verdadeiros fãs da marca, que serão bem importantes no longo prazo.

Fique por dentro: SEO x anúncios: qual é a melhor estratégia para o seu negócio?

6. Nome do arquivo

Mais uma boa prática do SEO para YouTube que muita gente ignora é colocar o nome do arquivo de vídeo, que será enviado para o YouTube, com a palavra-chave principal de otimização, ou alguma variação secundária.

Essa é uma dica de SEO para Youtube rápida e fácil de fazer.

7. Transcrições e minutagem

As transcrições e minutagens ajudam bastante na experiência do usuário, com a primeira permitindo que o vídeo seja consumido de forma diferente, via texto, enquanto a segunda, as minutagens, facilitam a localização de pontos importantes do vídeo.

No caso da minutagem, além de ajudar o público, os trechos também podem aparecer no Google, o que é ótimo para o desempenho do canal. Por exemplo, ao buscar no Google “Como trocar um chuveiro”, tenho como resultado um vídeo assim: 

Print da tela do computador no canal de Yuotube, para SEO para Youtube.

Perceba que os momentos importantes são exibidos e isso pode auxiliar o usuário a encontrar sua resposta mais rapidamente.

8. YouTube Shorts

O YouTube Shorts é a tentativa de levar os conteúdos rápidos, parecido com os Reels do Instagram. É um jeito rápido para divulgar o conteúdo, atrair novos seguidores e engajar os atuais. Por isso, vale muito a pena apostar no formato.

Aqui, a recomendação é compilar os melhores momentos de um vídeo, ou aqueles mais curiosos, para despertar a atenção do público.

Para fazer um vídeo Shorts no YouTube, siga estas etapas:

  1. Abra o aplicativo YouTube no seu celular.
  2. Toque no ícone da câmera no canto inferior esquerdo da tela.
  3. Toque no botão “Shorts”.
  4. Grave ou selecione um vídeo de até 60 segundos.
  5. Adicione legendas, efeitos ou músicas ao seu vídeo.
  6. Toque em “Publicar”.
  7. Lembre-se: Um vídeo como este deve ter no mínimo 15 segundos e, no máximo, 60 segundos. 

Para ver exatamente como é esse tipo de vídeo, incluí-lo na sua estratégia de SEO para Youtube e até saber um pouquinho mais sobre o tema, confira o Shorts a seguir:

9. CTA (Call to Action)

O call to action é um momento crucial do SEO para vídeos, pois ele ajuda diretamente no engajamento e conexão do criador de conteúdo com seu público.

Peça para os seguidores curtirem, comentarem, se inscreverem e compartilharem o vídeo com amigos, já que isso faz uma diferença enorme. Se for fazer um CTA para um produto ou serviço, faça de forma natural, sem tentar forçar a barra para vender.

Lembre-se que tratar a sua audiência com transparência vai ajudar muito no crescimento do canal, então não tenha medo de fazer o call to action, mas também não o faça de qualquer jeito.

10. Compartilhamento e promoção nas redes sociais

Na dica número 10 de SEO para YouTube temos o compartilhamento e divulgação nas redes sociais, onde queremos criar um “efeito bola de neve” de pessoas que assistem, gostam e amplificam o alcance do conteúdo organicamente.

Um jeito de fazer isso é separar pequenos trechos para dar um gostinho ao usuário e publicar no Instagram, Twitter, TikTok, entre outras redes sociais, avisando que o conteúdo completo está disponível no canal. 

O importante é entender a importância do compartilhamento, tanto pelos seguidores, mas, principalmente, pela gestão do canal, no crescimento dos resultados.

As principais ferramentas de SEO para YouTube

Algumas ferramentas de SEO para YouTube vão ajudar muito na sua estratégia de crescimento. Por isso, não deixe de testar. Vamos lá:

  • Google Keyword Planner (gratuita): permite pesquisar palavras-chave e obter informações sobre seu volume de pesquisa, concorrência e tendências;
  • YouTube Analytics (gratuita): fornece dados sobre o desempenho do seu canal do YouTube, incluindo visualizações, engajamento e tráfego;
  • TubeBuddy (paga): oferece uma variedade de recursos para otimizar seus vídeos, incluindo pesquisa de palavras-chave, análise de concorrentes e sugestões de melhorias;
  • VidIQ (paga): ferramenta semelhante ao TubeBuddy que oferece recursos adicionais, como análises de tendências e insights sobre o desempenho de seus vídeos em relação a outros criadores;
  • Semrush ou Ahrefs (pagas): oferecem uma variedade de recursos para SEO em geral, incluindo pesquisa de palavras-chave, análise de concorrentes e rastreamento de rankings.
  • Social Blade (gratuita): fornece estatísticas detalhadas sobre canais do YouTube, incluindo dados históricos, previsões de crescimento, análise de tags e rankings.

O YouTube é realmente poderoso e se você busca ter sucesso na plataforma, use essas dicas a seu favor e comece do jeito certo. Lembrando que é importante ficar de olho nas tendências de SEO para YouTube– afinal, no digital tudo muda muito rápido e sai na frente quem se mantém atualizado.

E se precisar de ajuda na construção de uma estratégia forte de SEO para YouTube, conte com a gente!

Júlia Neves

Júlia Neves

Também conhecida como Júlia do SEO, é formada em Marketing e possui uma vasta experiência na área. Iniciou sua carreira na B2W, maior e-commerce do Brasil, e já atuou como SEO Manager em uma empresa de marketing em Nova York.

O nosso negócio
é crescer o seu.

Fale diretamente com um especialista e descubra como alavancar o seu negócio!

Nossos contatos

contato@optimiza.com.br

97104-7359