UX e SEO: A importância da UX no sucesso da sua estratégia

por Júlia Neves

Ilustração de um homem em uma máquina e saindo cristais representando o seo e ux.

Direto ao Ponto

Sabe quando você escolhe acessar um dos resultados da sua busca no Google, abre o site escolhido e não vê a hora de voltar o mais rápido possível para a SERP, seja pelo site demorar a carregar, ser mal estruturado, ou mesmo parecer ter informações desconexas do que você esperava ler?

Você pode não saber, mas nesse momento que o site não te agrada, pelo motivo que for dos citados acima, você foi impactado por um site com uma UX ruim. E a UX, ou User Experience, nada mais é do que a Experiência do Usuário ao acessar um produto ou serviço. No nosso exemplo, é a Experiência que o Usuário teve ao entrar no site.

Nesse artigo você vai saber tudo sobre UX e como você focar na Experiência do Usuário vai te ajudar a melhorar o seu SEO e, consequentemente, suas posições nas buscas do Google.

O que é UX?

Como falamos, UX é a representação de User Experience, que em bom português significa Experiência do Usuário. Geralmente, e em nosso caso, falando da experiência das pessoas ao terem contato com seus produtos/serviços no mundo digital, mais especificamente com o seu site.

Alguns dos principais fatores quando se fala da UX de um site são:

  • Velocidade de carregamento do site
  • Facilidade de Navegação em vários tipos de dispositivo
  • Arquitetura da Informação e Organização Visual bem definidas
  • Conteúdo de Qualidade focado no leitor

A seguir vamos destrinchar esses fatores para você entender a importância deles para a UX e SEO do seu site.

Mas vale entender que o principal objetivo da UX é criar uma experiência agradável e bem envolvente para seu usuário, reduzindo assim a taxa de rejeição do site e ajudando a aumentar as suas taxas de conversão.

Quais as características de uma boa UX para SEO?

Se você parar para olhar novamente quais foram os principais fatores citados para uma melhor experiência do usuário de um site, vai notar que UX e SEO tem uma relação extremamente próxima.

Então, não é incomum você ver profissionais de UX trabalhando em parceria com profissionais de SEO para um melhor desempenho de um site, já que existem várias intersecções entre o trabalho desenvolvido pelas duas áreas.

E é dentro dessas intersecções que vamos focar ao falar das principais características de uma boa UX para SEO.

Vamos a elas:

Velocidade de carregamento do site

Quando você clica em um dos links da SERP, que é sigla em inglês para a página busca do Google e outros motores de busca, para abrir o site, a velocidade de carregamento é o primeiro contato do usuário com o seu site.

Ou seja, um site que demora para carregar suas páginas já traz para as pessoas uma experiência bem desconfortável, ainda mais nos dias de hoje, com sites e a internet cada vez mais rápidos.

Caso o objetivo do usuário não seja entrar especificamente no seu site, pois nesse caso ela pode não se importar muito com a questão da velocidade, a lentidão do carregamento de sua página pode fazer com que essa pessoa desista de esperar o site aparecer e volte direto para a página de buscas do Google, para achar um site que abra mais rápido e o entregue a resposta de sua pesquisa.

Falando em SEO, esse fato da volta à página de buscas antes mesmo de seu site carregar, mostra para o Google que algo está errado e pode, não só, te impedir de concorrer por posições melhores entre os resultados de pesquisas mas, até mesmo, perder posições que já conquistou anteriormente.

Core Web Vitals

Logo depois que seu site aparece carregado para o usuário, podemos perceber o tempo necessário para que este consiga mexer no site sem contratempos, além de outros fatores que levam em conta a estrutura do seu site e a navegabilidade por ele proporcionada.

O Core Web Vitals é uma diretriz do Google avaliado por um conjunto de métricas, são elas:

  • Largest Content Paint (LCP): Indica o tempo até o carregamento do maior conteúdo visual da página, ou seja, o conteúdo visual mais pesado dela.
  • Cumulative Layout Shift (CLS): Essa é a métrica que analisa o carregamento e a estabilidade visual dos elementos da sua página, como botões, por exemplo. Tendo um bom CLS, você evita que o seu usuário clique em itens indesejados, por conta da mudança repentina no layout.
  • Interaction to Next Paint (INP): Essa métrica, substituta do FID, é uma forma de o Google entender quanto tempo leva para que a sua página fique interativa e responda às ações dos usuários.

Usabilidade em diferentes telas

Mais um ponto a ser avaliado nessa nossa junção de UX e SEO é a questão do seu site estar preparado, ou não, para abrir em diferentes telas, de diferentes formatos.

Assim como acontece quando um site tem baixa velocidade de carregamento e a pessoa nem espera o site carregar para retornar à página de buscas do Google, quando o site não se adapta a diferentes formatos e tipos de tela, as chances são enormes do usuário não ficar em seu site.

Por exemplo, um site perfeito quando abre no Desktop, mas que ao abrir em um celular o seu layout não se adapta a tela menor, em outras palavras, um site que não é responsivo tem uma baixa avaliação de usabilidade em diferentes telas. O que faz com que os usuários e o Google não olhem para o seu site com bons olhos.

Design atrativo de site e produto

Uma simples compreensão dos elementos que compõem o seu site, junto da facilidade para o usuário encontrar informações, links e botões torna o seu site muito bem avaliado no quesito Design Atrativo, o mesmo vale para seus produtos.

Essa métrica ajuda a manter as pessoas mais tempo dentro da sua página e, até mesmo, a aumentar a conversão de seus produtos.

Para ajudar na produção de um design mais atrativo para os usuários, temos profissionais de UI (User Interface), que falaremos logo mais a frente.

Pensar sempre no usuário

Como o próprio nome diz, a User Experience é totalmente focada na pessoa que vai acessar a página, que vai ver o produto. Ou seja, todo o foco da UX, quando atrelado ao SEO, está no usuário e não nos robôs do Google.

Então, além das questões que envolvem o carregamento e o layout do site, focar em apresentar um conteúdo de muita qualidade para os seus leitores vai te trazer resultados incríveis.

Pense sempre em juntar todas as métricas anteriores para transformar o seu site em uma máquina de atrair pessoas interessadas no que você tem a oferecer.

Por que a UX é importante para o seu negócio?

Não só com muita importância para ajudar no SEO, a UX vai ajudar também o seu negócio como um todo, afinal são muitas as vantagens de se usar as métricas de Experiência do Usuário para ajudar a alavancar o seu negócio

  • Melhora a satisfação dos clientes: Um site rápido e fácil de ser acessado, fácil do usuário se encontrar, vai deixar o seu usuário e possível cliente bastante satisfeito com o seu site, com o seu produto, com a sua empresa.
  • Impacto positivo na fidelização e recomendações: Estando satisfeito, esse leitor passa, não só, a consumir mais do seu conteúdo, como a indicá-lo para ainda mais pessoas que possam se interessar.
  • Redução de custos com atendimento ao cliente: Quando você tem um site rápido e bem montado, tanto em estrutura, quanto em conteúdo, você consegue guiar o seu usuário pela sua página do início até o momento de clicar no botão para fechar uma compra.

Com isso você consegue fechar uma venda diretamente, sem precisar usar o seu tempo para atender o cliente, ou mesmo contratar um time de atendimento.

Qual a diferença entre UX e UI?

Diferente da UX, que leva em conta toda a experiência do usuário quando em seu site, na UI o foco é total na parte visual do site.

Na UI a preocupação é com toda a estrutura visível do seu site, desde as tipografias, as posições de botões, imagens, gráficos, e por aí vai. Todos esses itens que o usuário interage ao entrar no site.

A função do profissional de UI é criar uma interface intuitiva e amigável que ajuda o usuário a interagir com o seu site de forma simples e fácil.

Arquitetura da informação: um aspecto fundamental em UX

Você já percebeu que a montagem correta e a facilidade das pessoas encontrarem tudo que precisam de forma simplificada em seu site são dos principais fatores para você considerar que tem uma boa Experiência do Usuário. E é aí que entra a Arquitetura da Informação.

Pra te explicar da forma mais simples possível o que é Arquitetura da Informação, vou te dar um exemplo com situações que bem provavelmente você já presenciou.

Sabe quando você está no Supermercado e consegue perceber os produtos em oferta com destaque nas prateleiras? Ou que os produtos de marca mais famosas e que chamam mais a atenção estão quase sempre na altura média dos olhos dos consumidores, nas prateleiras de mais fácil acesso a qualquer pessoa? Essa organização dos produtos é feita pensada no trabalho de Arquitetura da Informação.

Levando para o nosso caso, no digital, a Arquitetura da Informação é esse processo de entender e estudar a organização dos elementos de uma página, para estruturar um site de forma a simplificar o caminho do usuário ao acessar este site.

Ela também é responsável pelo entendimento da distribuição dos elementos pela página de um site. O que faz com que esse site mostre em destaque os principais produtos oferecidos, promoções e outras coisas especiais que o dono do site deseje apresentar em primeiro plano ao usuário.

Além disso, a Arquitetura da Informação é responsável pela estruturação de departamentos e categorias das páginas e artigos do seu site, o que ajuda ao usuário e aos motores de busca entenderem melhor a organização do site.

Uma Arquitetura da Informação bem planejada e executada é um diferencial enorme no sucesso da sua página, consequentemente da sua retenção e suas vendas.

Google e sua ênfase na User Experience (UX)

Com todas essas informações acima, fica muito fácil entender a relevância cada vez maior que o Google vem dando à UX para a definição de posições dos sites na SERP.

Afinal, para o Google é ideal que os sites que ele apresente como resultados para as buscas sejam os melhores possíveis para as pessoas. 

Isso vai desde o momento que você vai pensar e analisa a velocidade de carregamento do seu site, até ter um conteúdo de muita qualidade que dará a resposta da dúvida do seu leitor, mas também o cativar a ficar em seu site, ver mais páginas, compras seus produtos.

Por isso, é muito importante pensar e estruturar todo o seu site com as melhores práticas de UX, para que você obtenha maior sucesso no SEO e do seu negócio de forma geral.

Quer saber ainda mais sobre como ter no seu negócio um site com a melhor junção de UX e SEO? Entre em contato com a Optimiza e te mostraremos como usar toda a potência de uma boa Experiência do Usuário ao seu favor.

Júlia Neves

Júlia Neves

Também conhecida como Júlia do SEO, é formada em Marketing e possui uma vasta experiência na área. Iniciou sua carreira na B2W, maior e-commerce do Brasil, e já atuou como SEO Manager em uma empresa de marketing em Nova York.

O nosso negócio
é crescer o seu.

Fale diretamente com um especialista e descubra como alavancar o seu negócio!

Nossos contatos

contato@optimiza.com.br

97104-7359